sábado, 15 de novembro de 2008

Bom dia Leitores!

NATAL DO PAPAI NOEL - MARIA BRAGA HORTA É Natal. paz no céu. Na terra o amor. Ele, somente, que é da vida aborto, nunca teve um sapato para pôr atrás da porta, a mendigar conforto. É apenas o Natal que o faz supor que se conserte um pau nascido torto, que se torne Ilmº Sr., se nunca teve onde cair mais morto. Será sempre o que foi noutros natais: seu retrato estampado nos jornais com botas de verniz, brilhantes fatos. Papai Noel de loja de calçados cuja beleza e custo são vedados a quem, como ele, nunca usou sapatos.

Um comentário:

RodrigO [OsBunitãO] disse...

No natal nunca é levado em conta o verdadeiro sentido... Todos acham que é a hora do consumismo imperar e o Papai Noel é mais lembrado que o proprio Cristo!

TRANSLATION