segunda-feira, 10 de novembro de 2008

poesias...

UM AMOR NA ZONA DA RIBEIRA - Nei Leandro de Castro

Um amor de prostituta nos quatro cantos do quarto, é uma tragédia grega em decadente teatro. Segunda-feira, ela banha o sol e a lua com mel, na terça, oferece a bunda, trancelim, relógio, anel. Na quarta, sente ciúmes, maldiz a vida e a sorte. Na quinta, volta o ciúme agora muito mais forte. Na sexta, toma um pileque rasga a roupa, desgrenhada. No sábado, você foge, e não quer vê-la por nada. No domingo, ela se rasga com gilete enferrujada.

Um comentário:

.......Zé Colmeia disse...

daew é o seguinte cria uma imagen 120x60 e ai hospeda ela no flick e me passa a url dela eu faço o banner dai

TRANSLATION